Aterramento

Para o perfeito aterramento e proteção dos dispositivos de redes de computadores recomenda-se o uso de tomadas de três pinos. Nesse tipo de tomada, os dois conectores superiores fornecem energia (220V) ou apenas um (110V). O conector inferior protege os usuários e os equipamentos contra choques e curto-circuito.

tomada

Esse conector é chamado de conector terra de segurança. No equipamento elétrico em que isso é usado, o fio terra de segurança está conectado a todas as peças metálicas expostas do equipamento. As placas mãe e os circuitos de computação do equipamento de computação são eletricamente conectados ao “chassis”. Isso também os conecta ao fio terra de segurança, que é usado para dissipar a eletricidade estática.A finalidade da conexão ao aterramento de segurança das peças metálicas expostas do equipamento de computação é impedir que se tornem energizadas com uma voltagem perigosa, resultado de falha na fiação dentro do dispositivo.

Tomada de 3 pinos
Finalidade do aterramento de equipamentos de computadores
A finalidade do aterramento de segurança dos componentes metálicos expostos do equipamento de computação é evitar que esses componentes se energizem com voltagem de risco que pode ocorrer devido a uma falha na fiação interna do dispositivo.

Tomada de 3 pinos

Finalidade do aterramento de equipamentos de computadores

A finalidade do aterramento de segurança dos componentes metálicos expostos do equipamento de computação é evitar que esses componentes se energizem com voltagem de risco que pode ocorrer devido a uma falha na fiação interna do dispositivo.

predioLigação de aterramento

Classificação dos problemas de energia

Temos normalmente três condutores em um cabo de alimentação elétrica e os problemas que ocorrem são rotulados conforme o(s) fio(s) específico(s) afetado(s). Se existir uma situação entre o fio energizado e o neutro, isso é chamado de problema de modo normal. Se uma situação envolver o fio energizado, o fio neutro e o fio terra de segurança, isso é chamado de problema de modo comum.Os problemas do modo normal geralmente não proporcionam perigo, isso porque eles são normalmente interceptados pela fonte de alimentação do equipamento, por uma fonte de alimentação ininterrupta ou por um filtro de linha de alimentação AC.Os problemas do modo comum, por outro lado, podem ir diretamente para o “chassis” de um computador sem algum tipo de filtro interventor. Portanto, eles podem causar mais danos aos sinais de dados que os problemas do modo normal. Além disso, eles são mais difíceis de se detectar.

Bom, para realizarmos o aterramento em nosso laboratório utilizaremos:

– Haste de cobre de 1,5 a 2 metros.

– Terra

– Talco vegetal

– Fio preto

Localize em sua instituição um espaço onde você possa fazer um buraco de 30cm de diâmetro e de 1,5 a 2,0 cm (depende do tamanho da sua haste de cobre) de profundidade e escolha um local úmido. A NBR propõe, no caso de uma haste de cobre o diâmetro de 15 mm com 2,00 ou 2,40m de comprimento

Após terminar o buraco, misture bem a terra com o talco vegetal, enfie a haste no buraco tomando cuidado para que não deixar a haste inclinada, encha o buraco com a massa de terra e de talco vegetal, não cubra a haste completamente deixa aproximadamente 5cm de haste sobrando sobre a terra.

Nessa ponta você devera soldar o fio que utilizaremos como terra em nossas instalações. Realizei uma grande busca na internet para descobrir a cor do fio terra, e não encontrei nada que me ajudasse. Sabemos que por norma, a cor do fio neutro é obrigatoriamente azul e o fio fase pode ser o vermelho logo utilizaremos cor preta para o nosso Fio Terra.

Após realizar a solda, que pode ser feita com um ferro de solda e um pouco de estanho, providencie uma tampa para o buraco, lembrando que agora ele não deve ser mais de 5cm de profundidade, essa tampa deve necessariamente ter um furo por onde possamos passar o fio.

O que iremos fazer:

– Buraco de 1,5 a 2,0 m;

– Massa de talco vegetal e terra;

– Colocar a Haste de cobre na posição vertical;

– Cobrir com a massa de talco vegetal e terra deixando apenas 5 cm de haste.

– Soldar a ponta da haste o fio de cor preta.

– Providenciar uma tampa com um furo que possamos passar o fio.

– Tampar o buraco.

Obs.: 1. Neste tutorial que encontrei foi utilizado talco vegetal mas no curso de montagem e manutenção que fiz foi utilizado carvão mas não lembro se tem que ser vegetal ou mineral como o nosso amigo Oscar perguntou na ultima aula.

2. Outra diferença do que aprendi e esse tutorial e que nos não misturamos “Talco vegetal” com a terra e fizemos o seguinte:

Recomenda-se que faça 3 buracos formando um triangulo entre eles para se colocar cada haste (a haste de cobre deve ser colocada na vertical) e em cada buraco colocar uma camada de terra, outra de carvão e por ultimo uma camada de terra e na segunda haste coloca-se ao contrario: carvão, terra e carvão e na terceira repeti o que foi feito na primeira.

Esta dica te ajudou ? Doe !!

donate-paypal-chico

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: